História de N/A

Existem hoje no Brasil quase 5.000 “Grupos Anônimos”. Sua imensa maioria se fundamenta no programa sugerido por “Acoholics Anonymous” – o A.A., composto de 12 passos que levam o indivíduo à recuperação; 12 tradições que orientam os grupos e garantem sua unidade e o anonimato individual; 7 Lemas que norteiam o dia a dia dos participantes e 3 Legados, que assumidos garantem a continuidade dos Anônimos e a estabilidade de cada membro.

Com autorização de A.A., seu programa têm sido adaptado para outras finalidades. Dessa forma surgiram os Neuróticos Anônimos – N/A.; os Dependentes de Amor e Sexo Anônimos – D.A.S.A.; os Narcóticos Anônimos; os Comedores Compulsivos Anônimos; Consumidores Compulsivos Anônimos e muitos outros.

O Fundamento dos Anônimos e o início de A.A.

O A.A. nasceu em 10 de junho de 1935, quando um corretor – Bill W. e um médico – Dr. Bob – dependentes do álcool, abandonaram a bebida graças após uma série de conversas, baseadas e uma idéia simples: como um alcoólatra não têm forças para ajudar a si próprio, e que poderia entender profundamente um outro alcoólatra e, com esse entendimento profundo, ajuda-lo.

Imagine isso em larga escala: uma alcoólatra ajudando outro alcoólatra a evitar o álcool. E sendo por ele ajudado. Uma espécie de auxílio mútuo. Há, por força da semelhança dos problemas, uma afinidade natural, uma identidade.

O nascimento de Neuróticos Anônimos

Em 1964, Grover B., um alcoólatra recuperado em A.A., tomou consciência que sua dependência pelo álcool era fruto de graves problemas emocionais anteriores.

Com autorização de A.A. promoveu uma adaptação do Programa sugerido, para aqueles cujas emoções descontroladas interferiam em seu comportamento, de qualquer forma e em qualquer grau, segundo elas mesmas o reconhecem.

Hoje funcionam no Brasil, mais de 380 grupos de N.A. que auxiliaram, através da prática de seu programa, milhares de pessoas a vencerem suas emoções descontroladas, e terem vidas normais e serenas.

Importante: Para Neuróticos Anônimos, neurótica é qualquer pessoa cujas emoções interferem em seu comportamento, de qualquer forma e em qualquer gráu, segundo ela mesma o reconheça.

Desenvolvido por: Neuróticos Anônimos
Todos os Direitos Reservados
Escritório de Serviços Gerais do Brasil - ENABRA
Fone: (11) 3228.2042 - FoneFax: 3228-5852