Neurose da Ansiedade

Eu tinha uma inquietação na alma que funcionava como uma espécie de bloqueio e me impedia de sentir-me em paz e bem comigo mesma e com os outros também.

Muito tempo se passou até que eu reconhecesse que era ansiedade. Era um “vício” mental de manter a adrenalina em alta, não chegava a euforia, mas passava muito perto, e para manter aquele estado mental eu me tornei uma pessoa compulsiva. Hoje, posso chamar isso de adicção – um desejo incontrolável de manter a mente ...
Clique aqui para ler mais...

Falando de Ansiedade

Minha experiência me ensinou que a ansiedade pode chegar a ser uma doença neurológica e necessitar de ajuda médica especializada.

Sou fruto de um casamento entre uma pessoa alcoólica e outra depressiva.

Fui criada num ambiente de temor; o medo, a agressividade e a culpa imperavam naquele ambiente. Assim, eu não consegui desenvolver o sentimento de confiança nas pessoas, na vida e em mim mesma.

Aprendi que o medo é uma defesa natural ...
Clique aqui para ler mais...

Ansiedade – Tudo tinha que ser do meu jeito

Eu era uma pessoa doente, tomava muito medicamento, sentia dores em todo o corpo. Minha família sofria muito comigo, eu os manipulava. Tudo tinha que ser do meu jeito. Ninguém podia me contrariar, cheguei ao fundo do poço, não via mais saída. Meu marido e minha filha sofriam muito comigo também, eu era só reclamações.

Fazia tudo ao mesmo tempo, enquanto colocava água para o café, colocava o tanque para encher, colocava o leite para ferver e ia escovar os dentes. O leite ...
Clique aqui para ler mais...

A ansiedade me deixa intolerante e antipática

Me pega quando estou preocupada e o coração dispara. Ao querer antecipar os fatos, sofrendo por antecipação. Não sabendo esperar.

Desejo de estar em outro lugar. Vontade de falar compulsivamente, tornando difícil perceber o que realmente dói dentro de mim.

Está ligada a insegurança ...
Clique aqui para ler mais...

A ansiedade me tornava intolerante

Sempre fui uma pessoa muito ansiosa. Sempre preocupada com tudo e todos à minha volta. Se surgisse qualquer problema, por menor que fosse eu já estaria me antecipando a resolvê-lo.

Não sabia parar e pensar, tomando decisões que me trouxeram muitos sofrimentos e sem soluções. A ansiedade me tornava intolerante com as circunstâncias e pessoas. Gostava de controlar tudo do meu jeito e isso fazia ...
Clique aqui para ler mais...

Ansiedade

Quando fui para o N/A tinha uma dor de cabeça constante, ânsia de vômitos, tonturas, barulho na cabeça, coceira no corpo todo, insônia e tomava remédio para tudo isso e fazia terapia. Apesar de tudo cuidava da casa e trabalhava fora e até passeava, muito embora um sentimento de saturação contínuo me incomodasse. Não reclamava a ninguém porque achava que a vida de todo mundo era como a minha.

Após algum tempo percebi que tinha de fazer uma coisa de cada vez como o Programa sugere e não fazer tudo ao mesmo tempo. Não posso lavar três pratos ao mesmo tempo, embora possa ...
Clique aqui para ler mais...

Graças ao Programa de N/A sou uma pessoa menos ansiosa

Estou em N/A já há algum tempo e muitas vezes ouvi os companheiros falarem de seus problemas de ansiedade. Jurava, naquela época, nunca ter sentido ansiedade. Em raríssimas ocasiões, sentira algum desconforto em relação a algum acontecimento de grande importância para mim.

Entretanto, ao ter uma viagem marcada para o Encontro Regional de Salvador (BA), no dia da viagem, logo cedo, percebi algo estranho em mim. De repente consegui decifrar o enigma. Queria antecipar, viver a experiência da viagem logo. Comecei a me preocupar...
Clique aqui para ler mais...

Trabalhando a minha ansiedade

Quando estou ansioso, sinto uma forte pressão no peito. Os nervos do corpo se agitam contraindo e descontraindo, a mente se embaralha em pensamentos variados, é acompanhada de uma sensação de agonia, angústia e medo.

A partir do dia em que comecei o meu autoconhecimento, dentro do Programa de N/A, é que venho trabalhando a minha ansiedade.

Já estou consciente de que este sofrimento, não é uma causa, mas conseqüência do meu egoísmo.

Quando estou querendo realizar ou possuir ...
Clique aqui para ler mais...
Desenvolvido por: Neuróticos Anônimos
Todos os Direitos Reservados
Escritório de Serviços Gerais do Brasil - ENABRA
Fone: (11) 3228.2042 - FoneFax: 3228-5852