Compreendendo a Importância da Autoestima

A forma como nos sentimos, acerca de nós mesmos, é algo que afeta crucialmente todos os aspectos da nossa vida, desde a maneira de agirmos no trabalho, no amor e nas relações sexuais, até o modo como atuamos como pais e como amigos. As nossas reações aos acontecimentos do quotidiano são determinadas por quem e pelo que pensamos que somos - os dramas da nossa vida são reflexos das visões mais íntimas que temos de nós mesmos.
Clique aqui para ler mais...

Auto Piedade – Depressão

A autopiedade leva à depressão.

Sentir autopiedade é ter pena da gente mesmo, achando-nos uns coitadinhos, ninguém nos dá atenção!

Hoje observo que é uma birra glorificada, na qual cada ser humano se apresenta comportando-se de várias formas, como o nenê que quer satisfazer seu próprio ego e rola no chão quando quer algo.

Se a gente der atenção para esse tipo de comportamento, o nenê continua fazendo birra e faz de conta que está chorando.

Clique aqui para ler mais...

Ressentimento 02

Ressentimento é uma raiva crônica e eterna. Ex.: eu perdoei mas não esqueci! Perdoou coisa nenhuma! Esse fato de minha vida ficou gravado até hoje e me marcou muito! Ficou o medo, a ferida e a mágoa do trauma, do vexame, do insucesso, da dor e a raiva de algo ou de alguém que julgamos culpado pelo que aconteceu.

Este ressentimento nos corrói sutilmente e por trás dele existe um desejo de vingança! Ah! se eu pudesse fazê-lo pagar pelo que me fez! Este bichinho tira nossa espontaneidade no relacionamento com essa pessoa ou, numa situação parecida com a que nos marcou, nos faz estar sempre com um pé atrás em relação a ela ...
Clique aqui para ler mais...

Orgulho

O orgulho é a preocupação exagerada do "eu", que gera muitos defeitos de caráter.

Com a preocupação exagerada do "eu", me torno intolerante. Não vivo nem deixo viver. Não deixo viver porque a orgulho me faz invejar o outro. Quero ser como ele e não conseguindo porque não sou ele, posso repelir, rejeitar porque ele me incomoda. Querendo ser como o outro, posso também invadir seu espaço.

Posso me tornar intolerante também quando alguém está me espelhando algum defeito, que pelo orgulho não quero ver; então jogo no outro a culpa.
Clique aqui para ler mais...

Solidão e Depressão faziam parte da minha existência

Antes de conhecer N/A cheguei a pensar que eu era doida. Tinha muitos pensamentos negativos e entre eles a inveja de pessoas que tinham filhos ou parentes deficientes físicos, ou que tinham que lutar por um lugar onde morar ou lutar pelo pão de cada dia.

Eu achava que essas pessoas tinham motivos para viver e eram úteis. Eu sentia-me inútil, sem objetivo na vida e, consequentemente, a solidão e a depressão faziam parte da minha existência.
Clique aqui para ler mais...

Vida Nova

Já fui um homem "morto"... como sofri! Angústia, insegurança, ressentimento... puro desespero. (Entendo por que muitos se suicidam).

Na infância, a pobreza e falta de carinho pais, penetrando no meu ser, me sentia deprimido. Aos dezesseis anos começou a calvície. Como lutei contra ela! Não teve jeito!

Nos 20 anos seguintes trabalhei, me casei e me vieram três filhos. Não vivia, me arrastava pela vida...até conhecer N/A.

Fui me familiarizando e me identificando com o grupo. Logo percebi que não estava só.
Clique aqui para ler mais...

Depoimento 02

Para mim parecia que os caminhos tinham mil léguas de distância, que os problemas eram problemas que nunca iriam ter fim, principalmente com a chegada do primeiro filho, aí que as coisas se complicaram, Fiquei muito deprimida, pois a preocupação exagerada com as pequenas coisas, imagine agora com um filho para a vida toda... foi muito difícil.

Parti então para os tranqüilizantes e os antidepressivos. Foi muito horrível, pois eu não gostava de tomar os remédios e nem conseguia atravessar as 24 horas pensando em como era tão difícil viver com tantos problemas.
Clique aqui para ler mais...

Auto Piedade

Autopiedade - É uma sensação física constante de nos sentirmos machucados, incomodados por fatores exteriores como, frio, calor fome, situações ou posições desconfortáveis, longas esperas etc., proveniente de um esgotamento emocional causado pelas emoções negativas. É também um sentimento interior que nos faz sentir machucados, magoados pelas pessoas que não nos dão uma atenção carinhosa, pelas que nos ignoram, pelas frustrações, insucessos, medos, etc.

Este grande sofrimento vem de uma grande sensibilidade física e emocional e tem como conseqüência a autopiedade ...
Clique aqui para ler mais...
Desenvolvido por: Neuróticos Anônimos
Todos os Direitos Reservados
Escritório de Serviços Gerais do Brasil - ENABRA
Fone: (11) 3228.2042 - FoneFax: 3228-5852