Chaves da Liberdade

Eu tinha apenas 16 aNos de idade. Estava muito doente num estado de isolamento e raiva muito grandes. Não via sentido na vida e fazia coisas para agradar as pessoas, somente assim eu me sentia aceita. Estava tão perturbada que não sabia quem eu era. Só enxergava as coisas ruins dos outros e de mim mesma. Acordar era uma tortura...

Sentia-me presa, mas aonde? Culpava meus pais, principalmente minha mãe. Odiava-me por não conseguir amar. Sentia-me inferior a todas as pessoas. Queria estar com as pessoas, mas, ao mesmo tempo odiava a companhia.
Clique aqui para ler mais...
Desenvolvido por: Neuróticos Anônimos
Todos os Direitos Reservados
Escritório de Serviços Gerais do Brasil - ENABRA
Fone: (11) 3228.2042 - FoneFax: 3228-5852